Logomarca da Unilab
Ementas: optativas de estudos literários

Crítica literária (60 horas. Pré-requisitos: não há).

Ementa: O lugar e as funções da crítica nos estudos da literatura. Elementos da crítica literária: autoria, texto, recepção. Correntes representativas da reflexão crítico-teórica no século XX: Formalismo Russo, Estilística, Hermenêutica, Estruturalismo, Marxismo, Estética da Recepção, Desconstrução, Estudos Culturais.

Bibliografia básica

  • BARTHES, R. Crítica e verdade. 3 ed. São Paulo: Perspectiva, 2013.
  • COMPAGNON, A. Os antimodernos: de Joseph de Maistre a Roland Barthes. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2011.
  • EAGLETON, T. A função da crítica. São Paulo: Martins Fontes, 1991.
  • KANT, I. Crítica da faculdade do juízo. 3. ed. Rio de Janeiro, RJ: Autores Associados, 2012.
  • LIMA, L. C. (Org.). Teoria da literatura em suas fontes. 3. ed. Rio de Janeiro, RJ: Civilização Brasileira, 2002.

Bibliografia complementar

  • BARBOSA, J. A. A biblioteca imaginária. Cotia, São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.
  • CAMPOS, H. de. O sequestro do barroco na formação da literatura brasileira: o caso Gregório de Matos. São Paulo: Iluminuras, 2011.
  • FOUCAULT, M. Estética: literatura e pintura, música e cinema. 3. ed. São Paulo: Forense Universitária, 2013.
  • MOISÉS, M. A criação literária: poesia e prosa. São Paulo: Cultrix, 2012.
  • SCHILLER, F. A educação estética do homem: numa série de cartas. São Paulo: Iluminuras, 2014.

 

Cultura Popular e Literatura (60h. Pré-requisitos: não há)

Ementa: Literatura e manifestações da cultura popular. O erudito e o popular na cultura brasileira. Poesia de cordel. Poesia e música popular. Tradições reinventadas.

Bibliografia básica

  • BAKHTIN, M. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento – o contexto de François Rabelais. São Paulo: Hucitec, 2010.
  • CASCUDO, L. da C. Dicionário do Folclore Brasileiro. 12. ed. Petrópolis: Vozes, 2012.
  • CASCUDO, L. da C. Literatura oral no Brasil. 2. ed. São Paulo: Global, 2009.
  • TAVARES, B. Contando histórias em versos – poesia e romanceiro popular no Brasil. São Paulo: Editora 34, 2005.
  • TINHORÃO, J. R. Cultura popular – temas e questões. São Paulo: Editora 34, 2001.

Bibliografia complementar

  • CASCUDO, L. da C. Vaqueiros e cantadores. Rio de Janeiro: Global, 2005.
  • COSTA, E. S. Histórias de malandragem e preguiça. Curitiba: Appris, 2015.
  • FERREIRA, J. P. Matrizes impressas do oral. São Paulo: Ateliê Editorial, 2014.
  • SOMBRA, F. Cordel e viola – literatura popular em versos. Belo Horizonte: Lê, 2012.
  • TINHORÃO, J. R. Festa de negro em devoção de branco. São Paulo: UNESP. 2012.
  • ZUCONE, O.; BRAGA, G. G. Introdução à cultura popular no Brasil. Curitiba: Intersaberes, 2013.

 

Fundamentos de Literatura Comparada (60 horas. Pré-requisitos: não há).

Ementa: Origem, conceito e lugar da Literatura Comparada nos estudos literários. Elementos de Literatura Comparada: intertextualidade, metalinguagem, autoria, originalidade. Cânone e multiculturalismo.

Bibliografia básica

  • BRUNEL, P. et al. Que é Literatura Comparada? São Paulo: Perspectiva, 1995.
  • CAMPOS, H. de. Metalinguagem e outras metas. São Paulo: Perspectiva, 2004.
  • COUTINHO, E. F.; CARVALHAL, T. F. (Orgs.). Literatura comparada: textos fundadores. 2. ed. Rio de Janeiro, RJ: Rocco, 2011
  • NITRINI, S. Literatura Comparada: História, teoria e crítica. São Paulo: EDUSP, 2010.
  • PEREIRA, M. L. S.. A jangada e o elefante, e outros ensaios: exercícios de crítica literária e de literatura comparada. Juiz de Fora: Ed. UFJF, 2009.

Bibliografia complementar

  • ABDALA JÚNIOR, B. Literatura comparada e relações comunitárias hoje. São Paulo: Ateliê Editorial, 2012.
  • BARTHES, R. O Prazer do texto. Trad. Maria Margarida Baharona. Lisboa: Edições 70, 1988.
  • BHABHA, H. K. O local da cultura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.
  • BLOOM, H. O cânone ocidental: os livros e a escola do tempo. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.
  • CARPEAUX, O. M. Ensaios reunidos: 1942-1978, v. I: de A cinza do purgatório até Livros na mesa. Rio de Janeiro: UniverCidade; Topbooks, 1999.

 

Escritas de si, Escritas do outro (60 horas; Pré-requisitos: não há)

Ementa: Estudo dos gêneros biográfico e autobiográficos e suas relações com outros gêneros literários, abordando-os numa perspectiva contemporânea.

Bibliografia básica

  • ARFUCH, L. O espaço autobiográfico: dilemas da subjetividade contemporânea. Trad. Paloma Vidal. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2010.
  • FIGUEREDO, E. Mulheres ao espelho: autobiografia, ficção, autoficção. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2013.
  • FOUCAULT, M. O que é um            autor? In: Estética: literatura e pintura, música e cinema. Trad. Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2001.
  • GALVÃO, W. N. e GOTLIB, N. B. (Org.). Prezado senhor, prezada senhora. Estudos sobre cartas. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
  • LEJEUNE, P. O Pacto Autobiográfico. 2. ed. Trad. Jovita M. G. Noronha. Belo Horizonte: UFMG, 2014.

Bibliografia complementar

  • CANDIDO, A. A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Ática, 1987.
  • MIRANDA, W M. Corpos escritos. São Paulo: Editora Edusp; Belo Horizonte: Editora UFMG, 1992.
  • OLINTO, H. K.; SCHOLLHAMMER, K. E. (Org.). Literatura e mídia. Rio de Janeiro: PUC, 2002.
  • SANTIAGO, S. Ora (direis) puxar conversa! Ensaios literários. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.
  • ZAGURY, E. A escrita do eu. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira; Brasília: INL, 1982.

Bibliografia suplementar

 

Leitura, Literatura e Ensino (60h. Pré-requisitos: não há)

Ementa: Educação literária. Formação do leitor. Letramento literário. Literatura e interdisciplinaridade. Metodologias do ensino de Literatura.

Bibliografia básica

  • COSSON, R. Letramento literário – teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2006.
  • JOUVE, V. Por que estudar literatura?. São Paulo: Parábola, 2012.
  • MAGNANI, M. R. M. Leitura, literatura e escola: a formação do gosto. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.
  • PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS. (Parte II – linguagens, códigos e suas tecnologias. Ano 2000. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/blegais.pdf. Acesso: 10 de setembro de 2012.
  • RAMOS, J. M. O espaço da oralidade em sala de aula. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
  • ZILBERMAN, R.; SILVA, E. T. Literatura e Pedagogia: ponto e contraponto. 2. ed. São Paulo: Global, 2014.

Bibliografia complementar

  • COENGA, R. Leitura e letramento literário – diálogos. Mato Grossos: Carlini e Caniato, 2010.
  • COSTA, M. M. Metodologia do ensino de Literatura. Curitiba: Intersaberes, 2013.
  • FREIRE, P. A importância do ato de ler. 51. ed. São Paulo: Cortez, 2011.
  • KLEIMAN, A.; MORAES, S. E. Leitura e interdisciplinaridade: tecendo redes nos projetos da escola. Campinas: Mercado de Letras, 2007.
  • TERZI, S. B. A construção da leitura. 4. ed. Campinas: Pontes, 2006.

 

Literatura baiana (60 horas; Pré-requisitos: não há)

Ementa: Estudo da literatura contemporânea da Bahia: a poesia e a prosa, com destaque para temas e autores significativos.

Bibliografia Básica

  • BERND, Z.; UTÉZA, F. O caminho do meio: uma leitura da obra de João Ubaldo Ribeiro. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2001.
  • BERND, Z.Literatura e Identidade Nacional.Porto Alegre: UFRGS,2011.
  • CÂNDIDO, A. A Educação pela noite e outros ensaios. São Paulo:Ática, 1987.
  • PINHEIRO, J. e SILVA,M. A..(org) Visões Imaginárias da Cidade da Bahia: um diálogo entre geografia e literatura.
  • ROLLEMBERG, V. Um Grapiúna no País do Carnaval. Salvador: EdUFBa, 2000.

Bibliografia Complementar

  • AMADO, J. O país do carnaval. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.
  • CALDA, S.. Gabriela, baiana de todas as cores. Salvador: EdUfba, 2009.
  • CÂNDIDO, A. A crônica: o gênero, sua fixação e suas transformações no Brasil. Campinas, SP: Editora da UNICAMP; Rio de Janeiro: Fundação Casa Rui Barbosa, 1992.
  • ESPINHEIRA FILHO, R. De paixões e de vampiros: uma história do Tempo da Era. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006
  • RIOS, N. S. Os caminhos da Literatura infanto juvenil baiana: em sintonia com o leitor. Salvador: EDUFBa, 2012.

 

Literatura infanto-juvenil (60 horas. Pré-requisito: não há)

Ementa: História da Literatura Infantojuvenil. Obras e autores fundamentais. Literatura infantojuvenil e educação. A contribuição de Monteiro Lobato para literatura infantojuvenil brasileira. A literatura infantojuvenil no Brasil: da República velha à contemporaneidade. A polêmica Lobato. Diálogos Brasil-África.

Bibliografia básica:

  • BETTELHEIM, Bruno. Psicanálise dos contos de fadas. 22.ed. Trad. Arlene Caetano. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2007.
  • CAGNETI, Sueli de Souza; SILVA, Cleber Fabiano da. Literatura infantil juvenil – diálogos Brasil-África. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.
  • MEIRELES, Cecília. Problemas da literatura infantil. São Paulo: Global, 2016.
  • SOUZA, Glória Pimentel Correia Botelho de. A literatura infanto-juvenil brasileira – vai muito bem, obrigada! São Paulo: DCL editora: 2006
  • ZILBERMAN, Regina. A literatura infantil na escola. 11.ed. São Paulo: Global, 2006.

Bibliografia complementar:

  • COENGA, Rosemar. Leitura e literatura infanto-juvenil: redes de sentido. Cuiabá: Tanta Tinta, 2010.
  • DEBUS, Eliane; DOMINGUES, Shirley; JULIANO, Dilma. (Org.). Literatura infantil e juvenil: leituras, análises e reflexões. Santa Catarina: UNISUL, 2010.
  • MARTINS, Georgina. Literatura infantil e juvenil na prática docente. São Paulo: Ao livro técnico, 2010.
  • SOUZA, Ana Maria Aparecida Arguelho de. Literatura infantil na escola. Campinas: Autores associados, 2010.
  • ZILBERMAN, Regina. Como e por que ler a literatura infantil brasileira. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005.

 

Literatura latina (60 horas. Pré-requisitos: não há)

Ementa: O mundo romano: cultura, sociedade, filosofia, literatura. Da República ao Império: o teatro, a lírica e a épica latinas. O legado romano.

Bibliografia Básica:

  • CARDOSO, Zélia de Almeida. A literatura latina. São Paulo: Martins Fontes, 2011.
  • CITRONI, M. Literatura de Roma Antiga. Lisboa: Calouste Goubenkian, 2006.
  • NOVAK, Maria da Glória (Org.). Poesia lírica latina. São Paulo: Martins Fontes: 2003.
  • OVÍDIO. Metamorfoses. São Paulo: MartinClaret, 2003.
  • VIRGÍLIO, Maro Públio. Eneida. (Edição bilíngue). In: _____. NETO, João Angelo Oliva (Org.). Trad. Carlos Alberto Nunes. São Paulo: Editora 34: 2014.

Bibliografia complementar:

  • BRANDÃO, Junito de Souza. Dicionário mítico-etimolológico. Petrópolis, RJ, Vozes: 2014
  • BURKERT, Walter. Mito e Mitologia. São Paulo: Edições 70, 1991.
  • FURLAN, Oswaldo Antônio. Língua e literatura latina e sua derivação para a língua portuguesa. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006
  • GRIMAL, Pierre. História de Roma. São Paulo: UNESP, 2011.
  • MINOIS, Jorge. A Idade de Ouro: história da busca da felicidade. São Paulo: UNESP: 2011.

 

Literatura e cinema em língua portuguesa (60h. Pré-requisitos: não há)

Ementa: Estudar as relações entre a literatura e o cinema nos países de língua oficial portuguesa, de forma individual ou comparativa; compreender os aspectos temáticos e formais de cada gênero; analisar os procedimentos e recursos narrativos e de tradução de obras literárias para a linguagem cinematográfica e vice-versa.

Bibliografia básica:

  • BAZIN, A. O que é cinema?. São Paulo: Cosac Naify, 2015.
  • FERREIRA, C. O. África – um continente no cinema. São Paulo: FAP-UNIFESP, 2014.
  • NOVAES, C. C. (org.). Imagens imaginários movimento: literatura, cinema & diversidade cultural. Feira de Santana, BA: UEFS Editora, 2015.
  • STAM, R. Multiculturalismo tropical. São Paulo: EDUSP, 2008.
  • XAVIER, I. Alegorias do subdesenvolvimento. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

Bibliografia complementar

  • ANDERSON, B. Comunidades imaginadas. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
  • CHARNEY, L.; SCHWARTZ, V. R. (Orgs.). O cinema e a invenção da vida moderna. 2. ed. rev. São Paulo: Cosac Naify, 2004.
  • EAGLETON, T. A ideia de cultura. 2. ed. São Paulo: UNESP, 2011.
  • NOVAES, C. C.; CHIOSSI, E. M. (org.). Cinco vezes sertão: literatura, cinema e outras escrituras. Salvador: Quarteto, 2012.
  • STAM, R. Introdução à teoria do cinema. 2. ed. São Paulo: Papirus, 2003.

 

Literatura e estudos culturais (60 horas. Pré-requisito: não há)

Ementa: Estudos culturais e contexto sociocultural da década de 1960. Militância e crítica epistemológica. Reconfigurações dos estudos literários a partir dos estudos culturais. Processos representacionais e identitários considerando-se questões de raça/etnia, gênero, classe, nacionalidade etc.

Bibliografia básica:

  • BHABHA, H. K. O local da cultura. 2. ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.
  • EAGLETON, T. Teoria da literatura: uma introdução. Trad. Waltensir Dutra . 6 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2014.
  • HALL, S. A Identidade Cultural na Pós-modernidade. Trad. Tomaz Tadeu da Silva, Guaracira Lopes Louro. 11 ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2011.
  • MATTELART, A.; NEVEU, E. Introdução aos estudos culturais. São Paulo: Parábola Editorial, 2004
  • WILLIAMS, R. Palavras-chave: um vocabulário de cultura e sociedade. São Paulo: Boitempo, 2007.

Bibliografia complementar:

  • EAGLETON, T. A ideia de cultura. 2. ed. São Paulo: Ed. UNESP, 2011.
  • HALL, S. Da Diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora da Universidade Federal de Minas Gerais, 2011.
  • JOHNSON, R.; ESCOSTEGUY, A. C.; SCHULMAN, N.; SILVA, T. T. da. O que é, afinal, estudos culturais? 4. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.
  • VATTIMO, G. O Fim da modernidade: niilismo e hermenêutica na cultura pós-moderna. 2 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

 

Literatura e gêneros sociais (60 horas; Pré-requisitos: não há)

Ementa: A literatura contemporânea na perspectiva dos gêneros sociais, articulada com dimensões de classe, etnia, sexualidade. Reflexões teóricas e debates acadêmicos no campo dos Estudos Feministas. Literatura queer. Formulações contemporâneas dos Estudos de Gênero em interface com os Estudos Culturais. Questões de produção, distribuição e recepção da literatura de autoria feminina.

Bibliografia Básica:

  • BEAUVOIR, S. O Segundo Sexo. Vol 1. Fatos e Mitos. Trad. Sérgio Milliet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.
  • BRANDÃO, R. S. Mulher ao pé da Letra: a personagem feminina na literatura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002.
  • BUTLER, J. Problemas de Gênero. São Paulo: Civilização Brasileira, 2003.
  • DALCASTAGNÈ, R.; LEAL, V.M.V. Espaços e Gênero na Literatura Brasileira Contemporânea. Brasília: Zouk, 2015.
  • MUZART, Z L. Escritoras Brasileiras do Séc XIX. Vol. III. Santa Catarina: Mulheres, 2009.

Bibliografia complementar

  • DUARTE, C. L.; DUARTE, E. S.; BEZERRA, K. C. (orgs). Gênero e Representação na Literatura Brasileira. Belo Horizonte: UFMG, 2002.
  • STEVENS, C. (org.) Mulher e Literatura – 25 anos – Raízes e Rumos. Santa Catarina: Mulheres, 2010.
  • STEVENS, C. (org.) Maternidade e Feminismo: diálogos interdisciplinares. Santa Catarina:Ed Mulheres, 2007.
  • VASCONCELOS, Vania. No colo das Iabás. Fortaleza: Demócrito Rocha/ EdUECE, 2015.
  • YOUNG, Fernanda. Dores do amor romântico. São Paulo: Ediouro, 2005

Bibliografia Suplementar

 

Literatura e História (60 horas; Pré-requisitos: não há)

Ementa: As relações da narrativa histórica com os gêneros literários. A Epopéia. O romance histórico tradicional. O novo romance histórico. Configurações e desconstruções do herói histórico nas narrativas literárias.

Bibliografia básica

  • BAKHTIN , M. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento. Trad. Yara Frateschi. 3. ed. São Paulo: Hucitec , 1993
  • DE MARCO, V. A perda das Ilusões: o romance histórico de José de Alencar. Campinas: UNICAMP , 1993
  • ELIADE , M. Mito e Realidade. 4. ed . São Paulo : Perspectiva , coleção debates, 1994.
  • LUKÁCS, G. O Romance Histórico. São Paulo: Boitempo, 2011.
  • RAMA, Al . La novela en America Latina: panoramas 1920-1980. Colômbia: Procultura, 1982.

Bibliografia complementar

  • GONÇALVES, A. Um Defeito de Cor. São Paulo: Record, 2005
  • GUTIÈRREZ, A. Vargas Llosa e o romance possível da América Latina. Fortaleza: EdUFC , 1996.
  • HOMERO. A Ilíada (em prosa). 12. ed. Trad. e adap. Fernando Araújo Gomes. São Paulo: Cultrix, 2005.
  • HOMERO. Odisséia (em prosa). Trad. Jaime Bruna. São Paulo: Cultrix, 1998.
  • RIBEIRO, J. Viva o povo brasileiro. Rio de Janeiro: Alfaguara Brasil, 2008.

Bibliografia suplementar

  • BRANDÃO, R. O mito épico na ficção brasileira. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, São Paulo, v. 34, p. 139-148, 1992.

 

Literatura e outras linguagens (60h. Pré-requisitos: não há)

Ementa: Análise da literatura como linguagem e produto cultural. Literatura e outras estruturas artísticas e discursivas. Literatura e jornalismo. Literatura e cinema. Literatura e hipertextos. Literatura e música. Literatura e fotografia.

Bibliografia básica

  • BARTHES, R. A câmara clara. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.
  • CANCLINI, N. G. Leitores, espectadores e internautas. Tradução: Ana Goldberger. São Paulo: Iluminuras, 2008.
  • FOUCAULT, M. Estética – Literatura e pintura, música e cinema. São Paulo: Forense Universitária, 2015.
  • LENKINS, H. Cultura da convergência. São Paulo: ALEPH, 2008.
  • SOUZA, L. S. Introdução às teorias semióticas. Petrópolis, RJ; Vozes: 2006.

Bibliografia complementar

  • CALVINO, Í. Seis propostas para o próximo milênio. São Paulo, Companhia das Letras, 2009.
  • CERQUEIRA, D. D. Travessia II: Literatura comparada. De Oswald de Andrade e Manuel Puig a Gil Vicente, Brecht, Suassuna e Henrique Guerra. Salvador, EDUFBA, 2010.
  • TINHORÃO, J. R. A música popular no romance brasileiro: vol. I: séculos XVIII e XIX. São Paulo: Editora 34, 2000.
  • ______. A música popular no romance brasileiro: vol. II: século XX. São Paulo: Editora 34, 2000.
  • ______. A música popular no romance brasileiro: vol. III: século XX (2ª parte). São Paulo: Editora 34, 2002.

 

Literatura em língua portuguesa em contextos autoritários (60 horas. Pré-requisito: não há)

Ementa: Literatura brasileira em contextos autoritários, com ênfase no período da ditadura militar. Literatura portuguesa e resistência durante o salazarismo. Literaturas africanas lusófonas e as lutas pela independência. Diálogos.

Bibliografia básica:

  • BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura história da cultura. 8.ed. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 2014
  • BOSI, A. Dialética da colonização. 4. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
  • FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. São Paulo: Paz e terra, 2014.
  • MARCUSE, Hebert. Eros e civilização: uma interpretação filosófica do pensamento de Freud. 8.ed. Trad. Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: LTC: 2009.
  • SANTIAGO, Silviano. O cosmopolitismo do pobre. Belo Horizonte: UFMG, 2004.

Bibliografia complementar:

  • ADORNO, Theodor W. Notas de literatura: 1. 2.ed. Trad. Jorge de Almeida. São Paulo: Duas Cidades; Editora 34, 2012.
  • ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. Trad. Denise Bottman. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
  • FREUD, Sigmund. O mal estar na civilização. Trad. José Octávio de Aguiar Abreu. Rio de Janeiro: Imago, 2002.
  • HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Trd. Tadeu da Silva, Guaraciara Lopes Louro. 3ª ed. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.
  • SAID, Edward W. Cultura e imperialismo. Trad. Denise Bottmann. São Paulo: Companhia de Bolso, 2011.

 

Seminários de Leitura Literária (60h. Pré-requisitos: não há)

Ementa: Leitura e discussão de textos literários diversos, do cânone ou de ruptura, escolhidos conforme a perspectiva teórica e os objetivos de cada professor. Os textos objetos de estudo serão definidos a cada oferta da disciplina.

Bibliografia básica

  • ABDALA JR., B. Estudos comparados – teoria, crítica e metodologia. São Paulo: Ateliê Editoria, 2014.
  • BAKHTIN, M. Problemas da poética de Dostoiésvski. São Paulo: Forense Universitária, 2010.
  • PAZ, O. O arco e a lira. São Paulo: Cosac Naify, 2012.
  • PERRONE-MOISÉS. L. Texto, crítica, escritura. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
  • SARTRE, J. P. O que é Literatura?. Tradução: Carlos Felipe Moisés. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.

Bibliografia complementar

  • BARTHES, R. Aula. 8. ed. São Paulo: Cultrix, 1996.
  • CALVINO, Í. Por que ler os clássicos?. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
  • PAZ, O. Signos em rotação. Tradução: Sebastião Uchoa Leite. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 1996.
  • SOUZA, R. A. Iniciação aos estudos literários: objetos, disciplinas, instrumentos. São Paulo: Martins Fontes, 2006.
  • TODOROV, T. Teoria da Literatura – textos dos formalistas russos. Tradução: Roberto Leal Ferreira. São Paulo: UNESP, 2013.

 

Teorias do poema (60 horas. Pré-requisito: não há)

Ementa: Elementos da linguagem poética. Algumas definições e formas da produção lírica nas tradições clássica e medieval. Transformações do gênero lírico na modernidade e seus principais representantes. Tendências contemporâneas.

Bibliografia básica:

  • CAMPOS, A. de. Poesia, antipoesia, antropofagia e cia. São Paulo: Companhia da Letras, 2015.
  • ADORNO, T. W. “Palestra sobre lírica e sociedade”. In: Notas de literatura I. São Paulo: Duas Cidades; Editora 34, 2012.
  • COSTA LIMA, L. A ficção e o poema. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.
  • PAZ, O. Signos em rotação. São Paulo: Perspectiva, 2015.
  • ZUMTHOR, P. Introdução à poesia oral. Belo Horizonte: UFMG, 2010.

Bibliografia complementar:

  • ARRIGUCCI JUNIOR, D. O cacto e as ruínas: a poesia entre outras artes. 2. ed. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 2000. Editora 34.
  • BOSI, A. O ser e o tempo na poesia. 8 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
  • BOSI, A. (Org.). O poema: leitores e leitura. 2 ed. São Paulo: Cotia, 2004.
  • GLEDSON, J. Influências e impasses: Drummond e alguns contemporâneos. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
  • MERQUIOR, J. G. Razão do poema: ensaios de crítica e estética. 3 ed. São Paulo: Realizações, 2013.

 

Teorias da narrativa (60 horas. Pré-requisito: não há)

Ementa: Conceito e lugar da narrativa nos estudos literários. Narrativas épica e romanesca. Principais subgêneros da narrativa literária na modernidade. Elementos constitutivos da narrativa: narrador, personagem, enredo, tempo e espaço (cronotopo). Tendências contemporâneas.

Bibliografia básica:

  • BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2011.
  • BENJAMIN, W. “O narrador (Considerações sobre a obra de Nikolai Leskov)”. In: Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da literatura. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. 8 ed. São Paulo: Brasiliense, 2014.
  • LEITE, A. M. Oralidades & escritas Fnas literaturas africanas. Lisboa: Colibri, 1998.
  • LIMA, L. C. (Org.). Teoria da literatura em suas fontes. 3. ed. Rio de Janeiro, RJ: Civilização Brasileira, 2002.
  • MORETTI, F. (Org.). O romance: a cultura do romance, v. 1. São Paulo: Ed. Cosac Naify, 2009.

Bibliografia complementar:

  • AUERBACH, E. Mimesis. Trad. Suzi Frankl Sperber. São Paulo: Perspectiva, 2015.
  • BARTHES, R. O prazer do texto. 6. ed. São Paulo: Perspectiva, 2013.
  • CANDIDO, A. et al. A personagem de ficção. 13. ed. São Paulo: Perspectiva, 2014.
  • CORTÁZAR, J. Valise de cronópio. 2ed. São Paulo: Perspectiva, 2004.
  • ECO, U. Seis passeios pelos bosques da ficção. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
  • TODOROV, T. (Org.). Teoria da literatura: textos dos formalistas russos. São Paulo: Ed. Unesp, 2013.

 

Tópicos de literatura universal (60 horas; pré-requisito: não há)

Ementa: Estudo de obras épicas, líricas, dramáticas e ficcionais paradigmáticas da arte literária, pondo em destaque, quando ocorrerem, as representações do contato entre diferentes povos e culturas.

Bibliografia básica

  • AUERBACH, E. Mímesis: representação da realidade na literatura ocidental. São Paulo: Perspectiva, 1990.
  • BONNICI, T. & ZOLIN L. O. Teoria literária: abordagens históricas e tendências contemporâneas. Maringá. EDUEM, 2009.
  • CANDIDO, A. Vários escritos. São Paulo: Ouro sobre Azul, 2004.
  • LUKÁCS, G. O romance histórico. São Paulo: Boitempo, 2011.
  • MEYER, A. Ensaios escolhidos. Org. Alberto da Costa e Silva. São Paulo: José Olympio, 2007.

Bibliografia complementar

  • AUERBACH, E. Ensaios de literatura ocidental. Trad. Samuel Titan e José Marcos Mariani de Macedo. São Paulo: Duas Cidades; Ed. 34, 2007.
  • CARPEAUX, O. M. Ensaios Reunidos. Vol. 1. 1942-1978. São Paulo: Topbooks, 2006.
  • CARPEAUX, O. M. Ensaios Reunidos. Vol. 2. 1946-1971. São Paulo: Topbooks, 2005.
  • MORETTI. F. Atlas do romance europeu. São Paulo: Boitempo, 2003.

Bibliografia suplementar

 

Tópicos especiais em literatura africana (60 horas; pré-requisito: não há)

Ementa: Estudo de obras de autores das literaturas africanas.

Bibliografia básica

  • AUGEL, M. P. O desafio do escombro: nação, identidades e pós-colonialismo na literatura da Guiné-Bissau. Rio de Janeiro: Garamond, 2007.
  • MACEDO, T. e CHAVES, R. (org.). Portanto… Pepetela. São Paulo: Ateliê Editorial, 2010.
  • M’BOKOLO, E. África Negra: história e civilizações. Tomo I. Salvador: Edufba/ Casa das Áfricas, 2008.
  • M’BOKOLO, E. África Negra: história e civilizações. Tomo II . Salvador: Edufba/ Casa das Áfricas, 2011.

Bibliografia complementar

  • LEITE, A. M. Literaturas Africanas e formulações pós-coloniais. 2.ed. Lisboa: Colibri: 2003.
  • MAZRUI, A. et al. O desenvolvimento da literatura moderna. In: História Geral da África, vol. VIII. África desde 1935. Brasília: Unesco, 2010.
  • PADILHA, L. C. Novos pactos, outras ficções. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2002.
  • PANTOJA, S; BERGAMO, E., SILVA, A. (Org.). África contemporânea em cenaperspectivas interdisciplinares. São Paulo: Intermeios, 2015.
  • PANTOJA, S; BERGAMO, E., SILVA, A. (Org.). Angola e as angolanas. São Paulo: Intermeios, 2016.

Bibliografia suplementar

 

Tópicos especiais em Literatura Ibero-Afro-Americana (60 horas. Pré-requisitos: não há)

Ementa: Diálogos entre literaturas produzidas na Península Ibérica, África lusófona, América Hispânica e Brasil. Ênfase em escritores do século XIX à contemporaneidade e suas contribuições para a compreensão das relações comunitárias e literárias no âmbito ibero-afro-americano.

Bibliografia básica

  • ABDALA JÚNIOR, Benjamin. De vôos e ilhas: literatura e comunitarismo. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.
  • CANCLINI, Nestor Garcia. Culturas híbridas. 4.ed. São Paulo: EDUSP, 2013.
  • LOURENÇO, Eduardo. A Nau de Ícaro e Imagem e miragem da lusofonia. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.
  • SANTIAGO, Silviano. O cosmopolitismo do pobre. Belo Horizonte: UFMG, 2004.
  • SARAIVA, A. J.; LOPES, Ó. História da literatura portuguesa. 15.ed. Porto: Porto Ed.,1989.

Bibliografia complementar

  • ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. Trad. Denise Bottman. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
  • BOSI, A. Dialética da colonização. 4. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
  • BOSI, A. História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Cultrix, 1972.
  • NASCIMENTO, Josyane Malta. Itinerários de outra razão: perspectivas utópicas de Natália Correia. Lisboa: Chiado editora, 2015
  • PEREIRA, Maria Luiza Scher. A jangada e o elefante, e outros ensaios: exercícios de crítica literária e de literatura comparada. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2009.

Unilab, Campus dos Malês, Coordenação do Curso de Letras
Av. Juvenal Eugênio Queiroz, s/n - Baixa Fria
CEP: 43900-000 - São Francisco do Conde, BA
E-mail: coordenacaoletrasmales@unilab.edu.br
Telefone: +55 (71) 3651 8253
Tema desenvolvido pela Seção de Portais e Aplicações Web (SPA) © 2021 - DTI / Unilab